Consultoria Cingapura

Cingapura? NÃOgapura!

Em relação à consultoria de Cingapura (ou Singapura) contratada para planejar a industrialização do DF para os próximos 50 anos sobram perguntas e falta bom senso.


O Distrito Federal precisa se industrializar?

Queremos indústria armamentista no DF?

Precisamos de quatro novos “eixos de desenvolvimento” no DF?

Pedimos um novo aeroporto internacional, uma cidade industrial e um centro financeiro internacional no DF?

Essa nova configuração espacial e econômica para o DF está prevista em algum estudo prévio ou no Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT)?

O PDOT deve dar lugar a um projeto industrializador do DF feito em Cingapura para os próximos 50 anos?

Os delicados limites ambientais do DF devem ser ignorados em nome de um pretenso “desenvolvimento” ?

 

N Ã O

 

O que está havendo com o Distrito Federal?

Qual é a origem de tantas demandas?

O DF tem se tornado um emaranhado de perguntas sem respostas e uma profusão de projetos extravagantes que deixam a população a cada dia mais perplexa.

O DF elegeu um representante para realizar o que sua população precisa: resgate da qualidade da saúde, educação e segurança que já tivemos um dia, transporte público inteligente, barato e eficiente, planejamento das cidades priorizando a qualidade de vida de seus habitantes e não o mercado imobiliário.

Não foi dado um cheque em branco para que o DF seja desfigurado.

Vejam o que nos aguarda se continuarmos somente observando as decisões do GDF através das manchetes dos jornais:

 Governador do DF convida gigante estatal de Cingapura do ramo de armamentos para se instalar no Distrito Federal

.

As reações contra essa iniciativa do GDF tem sido contundentes. Destacamos manifestação do IAB Nacional em relação ao que está ocorrendo em Brasília.

IAB repudia contrato do GDF com Cingapura

(NÃOgapura foi uma genial sacada de Nicolas Behr)

Anúncios

5 pensamentos sobre “Cingapura? NÃOgapura!

  1. Pingback: O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O DISTRITO FEDERAL? | www.urbanistasporbrasilia.com.br

  2. Radicalmente contra. O básico se encontra abandonado que é saúde, educação e segurança, sem investimentos nos setores. A população tem que ser consultada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s