informativo/Panorama geral

Obrigado, Lelé.

João Filgueiras Lima, o Lelé, e uma de suas obras mais conhecidas: a sede da rede de hospitais Sarah Kubitschek

Por Betha Mesquita Rocha, Arquiteta e Urbanista.

Lelé, simples assim!

Ontem, 21 de maio de 2014, a notícia da morte do arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé, aos 82 anos, espalhou-se rapidamente pelas redes sociais.  Em instantes, foram publicadas fotos do arquiteto e de sua obra, manifestações de carinho e admiração daqueles que o conheciam, de seus amigos e de pessoas que se lembram do quanto a obra arquitetônica  de Lelé influenciou suas vidas. Todos emocionados pela partida desse grande arquiteto e, sobretudo, grande ser humano.

As passarelas de Salvador/BA, projetadas por Lelé.

As passarelas de Salvador/BA, projetadas por Lelé.

Definido por amigos de longa data como um homem simples, sem nenhuma afetação ou vaidade. Uma pessoa agradável em sua sabedoria, com a qual se podia conversar, sem que o interlocutor desavisado sequer imaginasse que era um famoso arquiteto.

Simplicidade e humanidade  definem o arquiteto e sua obra. Lelé colocou seu conhecimento e sua vontade a serviço da sociedade brasileira. Tornou a beleza e a tecnologia  acessíveis aos brasileiros, mostrou que é possível fazer arquitetura de cunho social com solidez, economia, tirando partido da natureza sem agredí-la.

Criou obras que vão desde residências, hospitais, escolas, passarelas a mobiliários urbanos. O arquiteto buscou soluções simples para resolver problemas complexos que se impunham ao seu fazer técnico, como por exemplo, a ventilação e a circulação de ar nos hospitais da Rede Sarah, que propiciaram grande economia de energia elétrica com perfeito conforto bioclimático.

Edifícios Camargo Corrêa no Setor Comercial Sul, em Brasília

Edifícios Camargo Corrêa no Setor Comercial Sul, em Brasília

Outro exemplo de sua genialidade: ainda na Rede Sarah, Lelé procurou tornar o hospital acessível aos pacientes ortopédicos e projetou, além do espaço arquitetônico,  macas para tornar a mobilidade possível nas áreas dos hospitais. Entre tantas obras urbanas, estão as passarelas de Salvador, que inovaram ao permitir, com um cuidado estético até então inédito, que o pedestre acessasse trechos da cidade separados por vias de tráfego intenso que antes não podiam atravessar.

Unidade da Rede de Hospitais Sarah Kubitschek

Unidade da Rede de Hospitais Sarah Kubitschek

Lelé pesquisava materiais, experimentava, desenvolvia tecnologias.  Projetava de maneira sustentável.  “É preciso a gente usar os recursos naturais com inteligência e acima de tudo; já que o homem de hoje é o homem tecnológico e a gente está discutindo isso a cada dia. Enfim, usando com adequação essa tecnologia que está acessível a ele.” (*)

E assim se definiu o mestre em entrevista registrada no YouTube: “Sou um conservador da natureza e das coisas que eu aprendi a amar desde menino. Eu me acho mais conservador que transformador”.

Com todo respeito , transformador sim, impossível medir, porém Lelé tocou a vida de milhões de pessoas pelo Brasil e pelo mundo.

Memorial Darcy Ribeiro, o “beijódromo”, na Universidade de Brasília

O grande legado que deixou ficará para mostrar às gerações futuras o quanto um homem  detentor de conhecimento e em harmonia consigo mesmo, com a natureza, com o próximo pode ser transformador através da sua expressão, neste caso, a ARQUITETURA!

As últimas homenagens a Lelé serão prestadas hoje e amanhã. O corpo chegará no Congresso Nacional às 19h de hoje, quinta-feira dia 22 de maio, e será velado no Salão Nobre da Câmara dos Deputados até às 6h da manhã de sexta-feira, dia 23 de maio. Em seguida, irá para a Capela nº 01 do Cemitério Campo da Esperança para as últimas homenagens e o seu sepultamento ocorrerá às 10h na sexta-feira dia 23 de maio.

 

Nota de pesar IAB/DF

http://www.iabdf.org.br/notiacutecias/falece-o-arquiteto-joao-filgueiras-lima-o-lele

 

Nota de pesar CAU/BR

http://www.caubr.gov.br/?p=23547

 

.

Anúncios

Um pensamento sobre “Obrigado, Lelé.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s