Panorama geral/Reportagem

Vem pra rua, Brasília!

fonte: http://www.agencialooknfeel.com.br/blog/vem-pra-rua-brasilia (Renato Amaral)

 

Percebi que o movimento estava começando a mais de 2 anos atrás, num Picnik gostoso no Calçadão da Asa Norte. Depois, fui a outros piqueniques (sempre super agradáveis) no CCBB, no Jardim Botânico, na Funarte, na Ermida, e vi que esse movimento crescia organicamente – e que chegara pra ficar. Foi então que vi as kombis e os traillers estacionados na grama do Eixão da Asa Norte, na quadra do Pôr-do-sol e no Parque da Cidade.  E aí eu entendi que esse movimento de ocupação da cidade já estava consolidado; nós fomos pra rua!

imagem_1
Vem pra rua, Brasília!

Brasília é mesmo uma cidade diferente, única. O seu projeto arrojado e sua dinâmica peculiar fazem com que a gente acabe passando mais tempo dentro do carro do que passeando a pé pelos seus gramados. Mas com tanto verde espalhado por aí, era inevitável que começássemos (ou voltássemos?) a ocupar esses espaços ociosos pra se encontrar e se divertir. Depois de participar de algumas edições do Picnik, evento sensacional que já se consolidou como um dos grandes movimentos de ocupação da cidade, fui surpreendido com o Festival do Beco, uma feira musical e gastronômica que rolou numa viela na Vila Planalto, e com a Tarde Apache, mais um evento super legal combinando cangas, música boa e comida gostosa, que aconteceu lá no Parque da Cidade.

Tarde Apache (Parque da Cidade)
Tarde Apache (Parque da Cidade)

Fiquei ainda mais satisfeito (literalmente) de ver os food trucks ocupando os gramados da capital nos últimos dias. O Te vejo na 9 foi um evento despretensioso que fez o maior sucesso! Os amigos da 409 norte (Hamburgueria do Francês, Vincent – Casa de Chá eGrote  Markt Cervejas Especiais) organizaram o evento de última hora e convidaram a galera do Chilli na Rua, da Urukombi e da Corina Cervejas Artesanais para ocupar o seu “quintal” e completar a festa. No dia seguinte, rolou mais uma edição do Food Park, desta vez no Parque da Cidade. A primeira ediçãono Eixão foi tão legal que o chef Daniel Vieira (Chilli na Rua e 4Doze Bistrô), um dos organizadores do evento, levou a festa para um espaço maior e convidou mais gente boa pra participar. Além do pessoal da vaca cervejeira de quatro tetas (Corina), da Corujinha Foodtruck e da Peluqueria Móvel, que participaram do evento no Eixão, os trucks do Segunda do arroz carreteiro, do Açaí da Capital e da Cia. Circênicos também estacionaram na segunda edição do Food Truck.

Food Trucks
Food Trucks

Acho que os adesivos estampados nas laterais da kombi da Corujinha Foodtruck sintetizam perfeitamente qual é a vibe desse movimento que chegou em Brasília. “Adoro esse lance de rua” e “Acreditar nas coisas boas faz bem” soam como um convite para todos os brasilienses; ei, vem pra rua você também!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s